CONSULTA DE ENFERMAGEM: PROMOVENDO A AGILIDADE NO ATENDIMMENTO À SAUDE

 

Deilson Pinho Gomes
Nilma de Moraes Silva Alves
Erci Gaspar da Silva
Walquiria  dos Lene dos Santos

 

Resumo

A consulta de enfermagem tem um papel muito importante para a comunidade, pois é através dela que o profissional de enfermagem desenvolve em cada paciente hábitos saudáveis de autocuidado. Este estudo tem como objetivo analisar como os profissionais de enfermagem estão preparados ou capacitados para a realização da consulta de enfermagem, observar também como é a aceitação do paciente com relação as consultas de enfermagem e por fim avaliar os recursos materiais, físicos e humanos para a sua realização. Trata-se de um estudo transversal com abordagem quali-quatitativa, o instrumento de coleta de dados foi estruturado por meio de questionários, um para o enfermeiro e outro para os usuários, onde questões identificaram as necessidades de ambos em relação a consulta de enfermagem. A amostra foi composta por enfermeiros e usuários das unidades Estratégia de Saúde da Família e das unidades de emergência como UPA e Hospital. Verificou-se que tanto profissionais quanto pacientes tem consciência da importância de uma consulta de enfermagem, que ambos concordam que 20 minutos são suficientes para uma consulta e que as faculdades precisam abordar de uma forma mais enfática o tema consulta de enfermagem, mas para alcançar um nível de excelência tanto profissionais quanto pacientes, têm muito a percorrer.

Palavras-chave:ENFERMAGEM NO CONSULTORIO. ENFERMAGEM EM SAÚDE COMUNITÁRIA. AUTOCUIDADO.

 

Abstract

The nursing consultation has a very important role for the community, because it is through it that the nursing professional develops in each patient healthy self-care habits. This study aims to analyze how nursing professionals are prepared or trained to perform the nursing consultation, also to observe how the patient accepts the nursing consultations and, finally, to evaluate the material, physical and human resources for the its accomplishment. This is a cross-sectional study with a qualitative-quantitative approach. The data collection instrument was structured through questionnaires, one for nurses and one for users, where questions identified the needs of both in relation to nursing consultation. The sample consisted of nurses and users of the Family Health Strategy units and the emergency units such as UPA and Hospital. It was found that both professionals and patients are aware of the importance of a nursing consultation, that both agree that 20 minutes are sufficient for a consultation and that the faculties need to approach the nursing consultation topic more emphatically, but to achieve a level of excellence, both professional and patient, have a lot to go through.

Keywords:OFFICE NURSING. COMMUNITY HEALTH NURSING. SELF CARE

 

Texto Completo

PDF (PORTUGUÊS  (BRASIL))